5 dicas para melhorar suas finanças em 2014

 dinheiro_2014Nada melhor do que celebrar o ano novo com a organização das finanças pessoais. Se você ainda não fez sua lista de metas financeiras para 2014, janeiro é um ótimo mês para começar.

O melhor conselho para traçar suas metas é: tenha objetivos realistas. Não caia na armadilha de definir grandes metas financeiras que não serão cumpridas durante o ano. Objetivos absurdos são ótimas desculpas para desistir de todo seu planejamento financeiro.

Neste começo de ano, além de se organizar para pagar IPTU, IPVA e matrícula das crianças, faça de 2014 um ano melhor para o seu bolso. Aqui separei cinco dicas básicas para começar o ano com as finanças em ordem.

Definir metas financeiras

Para obter organizar suas finanças, primeiro você precisa decidir as metas que deseja realizar. Você quer poupar para a sua aposentadoria, um período de férias, a educação universitária de seus filhos, um carro novo, uma casa? Você espera saldar uma dívida ou criar um fundo de emergência? Gaste algum tempo para identificar seus objetivos financeiros e escreva num caderno. Não pense que esta atitude é uma bobagem porque seu esforço este ano precisa de uma recompensa, que deve ser lembrada todos os dias para te dar forças para continuar no seu projeto.

Orçamento

Se você tem um orçamento, mas não olha para ele por algum tempo, agora é um bom momento para se organizar. Talvez você raramente lê aquele revista ou jornal que assina, usa o Netflix, assiste canais a cabo ou utiliza qualquer outro serviço de assinatura de entretenimento. É hora de abandonar um ou todos eles. Vale ressaltar, nesse ponto, que a ideia aqui não é abandonar os gastos com qualidade de vida e lazer. A ideia é utilizar seu dinheiro com algo que seja realmente desfrutado. Dentro do total do seu orçamento, tente diminuir os gastos fixos burocráticos que engessam o orçamento e nos colocam em dificuldades em um momento de uma emergência. Gastos definidos para lazer e qualidade de vida são muito importantes por dois motivos. O primeiro é que precisamos de recompensas para conseguirmos seguir um plano durante um período mais longo e, além disso, em caso de imprevistos (que fatalmente acontecerão), são esses gastos que podem ser cortados com facilidade até que a situação retorne a normalidade.

Contas bancárias

Se você tem várias contas em bancos diferentes com a mesma titulação e o mesmo propósito, considere o fechamento e a consolidação destas contas. Mantenha em funcionamento aquela que melhor atende seus objetivos ao menor custo (é possível possuir conta corrente que oferece serviços essenciais sem custo nenhum). A administração de um número menor de contas bancárias permite que você tenha uma ideia global da alocação dos seus ativos e permite maior controle do seu dinheiro.

Cartões de crédito

Os cartões de crédito são um sonho para quem tem suas contas organizadas, quem não quer parcelar suas compras em 12 vezes sem juros e pagar em suaves prestações? Muitas pessoas adorariam poder usufruir dessa forma de pagamento. Mas isso pode se tornar um pesadelo e uma verdadeira “bola de neve” de dívidas impagáveis. Pergunto: Você precisa de tantos cartões de crédito? Está pagando integralmente sua fatura sem se enforcar financeiramente? Se a resposta é negativa, chegou a hora de pagar essas dívidas e cancelar alguns ou até mesmo todos os cartões de crédito.

Controle seus gastos

Comece a anotar todos os seus gastos, me refiro a tudo, num caderno ou por meio de algum aplicativo para celular ou tablet. Esse passo é importante durante um período que pode variar de pessoa para pessoa até que seja possível ter maior consciência do destino do nosso dinheiro. Não há melhor ferramenta. Alguns preferem caderno e caneta, outros preferem aplicativos no smartphone e outros planilhas no Excel. Para os que preferem a praticidade dos smartphones, há aplicativos gratuitos como Finanças Pessoais (Android) e Finance Mobile (iOS), que registram todas as suas despesas na mesma hora que você gasta, o que facilita seu controle e planejamento financeiro. Como consultor financeiro, posso dizer que os meus clientes que utilizam esse método gastam com mais sabedoria, perdem menos dinheiro e estão confiantes em suas finanças. Encontre a opção que seja mais adequada a você. Experimente!

 

Siga-me no twitter: @fnmarques

 

Fagner Nogueira Marques é sócio fundador da Nogueira Marques Consultores Associados e ministra palestras sobre educação financeira para empresas e atletas, principalmente, jogadores de futebol. É bacharel em Direito pela Faculdades Metropolitanas Unidas – FMU, advogado regularmente inscrito nos quadros da OAB/SP, bacharel em Ciências Econômicas pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado – FECAP. Possui a certificação da Anbid CPA-20 e também a certificação de Agente Autônomo de Investimentos, concedida pela ANCORD e pós graduação em Psicologia Econômica pela USP (Fipecafi).

Ex-jogador de futebol, economista e advogado. Fagner Marques trabalha como consultor financeiro pessoal, faz atendimentos presenciais e por Skype e ministra palestras de educação financeira para diversos públicos.

Deixe uma resposta