Conheça o tesouro direto, um bom investimento.

como_investir_no_tesouro_diretoUma premissa bem conhecida pelos investidores mais experientes diz que não é recomendável apostar todas as fichas em um único investimento. Uma carteira de investimentos bem equilibrada, geralmente, conta com uma boa diversificação entre os principais investimentos disponíveis. O tesouro direto, embora não seja tão conhecido por boa parte da população brasileira, é uma das principais alternativas de investimento no Brasil.

Quando o tesouro direto é um bom investimento?

O que é o tesouro direto?

O Tesouro Nacional é o órgão público responsável por gerenciar a dívida pública do Brasil. Além disso, ele capta recursos do mercado financeiro através da emissão de títulos de dívida pública. Criado em 2002, o tesouro direto é a plataforma que vende os títulos de dívida pública federal do Tesouro Nacional para pessoas físicas. Na prática, significa dizer que a pessoa física, quando compra um título do tesouro direto, empresta seu capital ao Tesouro Nacional. A rentabilidade da aplicação depende do tipo de título público escolhido.

Os títulos do tesouro direto

Está facultado ao Tesouro Nacional criar novos títulos ou mesmo suspender a venda dos títulos até então vigentes. Porém, o tesouro direto ultrapassou sua primeira década com estabilidade na estrutura básica das características dos títulos oferecidos. O panorama contempla os títulos pré-fixados, pós-fixados e híbridos.

Ao comprar os títulos pré-fixados, o investidor pode estimar quanto vai receber de rendimento na data de vencimento do título já no momento da compra. Com os títulos pós-fixados, o investidor saberá precisamente seu rendimento apenas na data de vencimento do título. Os títulos híbridos têm parte da remuneração pré-fixada e outra parte atrelada a um indexador, como a inflação e a taxa básica de juros.

A rentabilidade contratada no momento da compra é assegurada apenas ao investidor que permanece com os títulos públicos até a data de vencimento. Caso queira, o investidor tem o direito de vender o título antes da data de vencimento. Nesta circunstância, o Tesouro Nacional recompra o título, mas baseado no valor de mercado no momento.

O tesouro direto é seguro?

O tesouro direto é um investimento em renda fixa considerado de baixo risco. Como qualquer investimento, o tesouro direto está sujeito a um certo grau de risco, porém, os títulos públicos federais são garantidos pelo Tesouro Nacional. Para não afirmar que o risco é nulo, um colapso econômico no país poderia resultar no descumprimento das obrigações do Tesouro Nacional. Entretanto, nesta hipótesem muitos outros tipos de investimentos também estariam fortemente afetados.

Compensa investir no tesouro direto? Quando investir?

São muitas as variáveis que influenciam nessa decisão. Para a escolha de um bom investimento, é preciso levar em conta o perfil e os objetivos de cada investidor. Porém, o tesouro direto, por sua variedade nas características dos títulos, geralmente atende às mais diversas demandas.

Por exemplo, se o objetivo do investidor é investir no tesouro direto como plano de aposentadoria, é possível escolher o título que assegura rentabilidade real ao final do prazo de vencimento, isto é, rentabilidade contratada mais a correção da inflação. Os aportes podem ser feitos regularmente, de acordo com o planejamento do investidor.

Se o investidor pretende investir no médio prazo e conta com o capital investido para empregá-lo em determinado compromisso, uma opção precavida indica que se escolha um título pré-fixado e com a data de vencimento mais próxima do compromisso.

É natural que as taxas e preços dos títulos do tesouro direto se alterem constantemente. O tempo, o cenário econômico, a expectativa do mercado e diversos outros fatores influenciam. Por conta disto, alguns investidores realizam operações complexas com o tesouro direto, tendo em conta a venda dos títulos antes do vencimento. Entretanto, são operações de risco e sujeitas a prejuízo, que visam antecipar o movimento do mercado.

Caso o investidor aplique no tesouro direto com o intuito de levar o investimento até a data de vencimento, não é preciso se preocupar muito com a variação de taxas e preços dos títulos ao longo do tempo, afinal, o que foi contratado será remunerado no vencimento.

Fagner Nogueira Marques é sócio fundador da Nogueira Marques Consultores Associados, atua como consultor e planejador financeiro pessoal e ministra palestras sobre educação financeira para empresas e atletas, principalmente, jogadores de futebol. É bacharel em Direito pela Faculdades Metropolitanas Unidas – FMU, advogado regularmente inscrito nos quadros da OAB/SP, bacharel em Ciências Econômicas pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado – FECAP. Possui a certificação da Anbid CPA-20, a certificação de Agente Autônomo de Investimentos, concedida pela ANCORD e extensão em Psicologia Econômica pela USP (Fipecafi).

Ex-jogador de futebol, economista e advogado. Fagner Marques trabalha como consultor financeiro pessoal, faz atendimentos presenciais e por Skype e ministra palestras de educação financeira para diversos públicos.

Deixe uma resposta