Não seja o seu pior inimigo para o seu sucesso financeiro

Organizar a vida financeira é uma situação semelhante a começar uma dieta, onde nós sabemos o que temos que fazer, mas na maioria das vezes não fazemos. Nós comemos frituras mesmo sabendo que deveríamos comer saladas, nas finanças pessoais, nós compramos algo mais caro do podemos pagar, ao invés de poupar ou comprar algo mais barato. O ser humano age igualmente em diversas situações.

Ao conversar com os meus clientes, vejo que um dos maiores obstáculos para o progresso financeiro são realmente as desculpas que as pessoas criam para cada situação. A verdade é que as pessoas não estão dispostas a mudar seu comportamento por um objetivo financeiro.

Se você tem grandes sonhos para realizar, você precisa de um planejamento financeiro. A única maneira de melhorar a sua situação financeira é enfrentar os desafios e encará-los de frente. Nesse post, separei as principais desculpas para deixar de progredir financeiramente e alguma soluções. Confiram!

  • “Despesas inesperadas sempre destroem meu orçamento”

Se você sempre tem despesas inesperadas é porque elas não são realmente inesperadas. Essa categoria de despesa é para um reparo no carro ou na casa, um presente de aniversário, uma viagem de última hora etc. Você precisa realmente ter esta reserva, não funciona se gastá-la todo mês.

  • “Eu ganho pouco e não posso poupar nada”

Você já deve ter algum colega que já te disse isso. Mas, se você tem um rendimento regular, você deve poupar uma parte (mesmo que seja muito pouco). Se você realmente não consegue poupar nada, então está na hora de mudar para uma casa mais barata, trocar seu carro por um mais barato etc. Você vai se sacrificar hoje, mas vai agradecer mais tarde.

  • “Minha dívida é tão alta que nem vou tentar pagar”

Nunca é tarde para tentar pagar suas dívidas, há sempre um boa negociação para fazer na hora de pagar uma dívida e você pode obter um bom desconto. Trace uma estratégia para pagar suas dívidas e será um sucesso a liquidação dessa pendência. Pode ser doloroso, mas é importante lembrar que é temporário.

Você provavelmente vai ter que mudar o estilo de vida e reduzir gastos, mas sua dívida vai diminuir e você dormirá mais tranquilo.

  • “Vou poupar para a aposentadoria mais tarde, sou jovem ainda”

Receber um salário do INSS não será a melhor saída para os jovens que se aposentarão em alguns anos. É importante separar uma parte (10% ou 20%) do salário para garantir uma aposentadoria sem maiores dificuldades. Não deixe o tempo passar sem uma estratégia para aposentadoria porque depois pode ser tarde demais.

  • “Gastar mais no cartão de crédito ajuda a manter minha pontuação de crédito alto”

Algumas pessoas acreditam que quanto mais gastam no cartão de crédito, maior sua pontuação para obter crédito na instituição financeira. Isso é verdade, em parte. O que mais importa é seu histórico de pagamento, ou seja, se você paga em dia suas contas. O que adianta comprar muito e pagar o mínimo da fatura? Pense nisso.

  • “Investir é muito complicado”

É verdade, quando se começa a investir pode ser um pouco frustrante, mas sabe o que é mais frustrante? Perder seu dinheiro colocando-o na poupança na atual situação econômica do país. Existem diversas formas para investir seu dinheiro, por exemplo, investir no tesouro direto é simples e pode ser uma boa opção para garantir um rendimento superior a taxa de inflação.

Ex-jogador de futebol, economista e advogado. Fagner Marques trabalha como consultor financeiro pessoal, faz atendimentos presenciais e por Skype e ministra palestras de educação financeira para diversos públicos.

Deixe uma resposta