Onde é melhor investir depois da reeleição de Dilma?

Quintiles-completes-Encore-analytics-acquisition

As eleições passaram e, independente de quem ganhou ou perdeu, a gente se pergunta de que maneira se deve investir agora. A economia, ao que tudo indica, seguirá sendo conduzida da mesma forma ou de maneira bastante semelhante no segundo mandato da presidente Dilma Roussef. Qual é a melhor opção de investimentos após a sua reeleição? Acompanhe a seguir algumas respostas para essa questão a partir do ponto de vista de especialistas.

Onde é melhor investir depois da reeleição de Dilma?

Valorização da Petrobras e aumento de juros

A princípio, os especialistas concordam que o cenário exterior da economia não é muito encorajador e dizem que os próximos dois anos serão de dificuldades, mas que isso aconteceria independentemente de quem vencesse nas urnas. Também concordam de maneira unânime que o preço da gasolina deverá ser elevado, fazendo com que as ações da Petrobras se valorizem e se tornem uma opção viável de investimentos. Outro ponto no qual eles apostavam e que de fato já teve uma indicação na última semana é a elevação da taxa de juros, que deixam o mercado otimista e aumentam a credibilidade para investimentos dentro do país.

Como ficam os títulos públicos

Sobre a opção de investimento em títulos públicos, os especialistas são categóricos e claros: você deve investir nos títulos que estão indexados à inflação. Como tudo indica que a inflação permanecerá em alta, esta passa a ser a opção mais rentável de investimento. O momento agora é propício para a compra de títulos do Tesouro, sejam eles pré ou pós-fixados. Isso porque o mercado passará a exigir taxas mais elevadas para financiar.

De maneira geral, no que toca os títulos públicos, evite aqueles que não protegem você contra a inflação, ou seja, os pré-fixados. Eles devem ser evitados porque que o governo precisará fazer ajustes nos preços – como é o caso da eletricidade e da gasolina, que podem ocasionar uma pressão sobre a inflação e comprometer a rentabilidade do título.

Cautela ao investir na Bolsa

Como você já deve ter percebido, o comportamento da Bolsa de Valores desde a reeleição de Dilma tem sido de instabilidade, o que indica que o investidor precisará ter calma. Muitos se assustam e começam a vender rapidamente o que possuem. Antes de decidir vender ou comprar, há de se ter sangue frio para avaliar qual é o caso de cada empresa. O que se pode ver é que o mercado ainda não decidiu para que lado vai. Portanto, antes de tomar qualquer decisão mais drástica, a dica é esperar para ver em que lado o mercado vai pender.

O bom senso pode resolver essa questão: geralmente não tomamos decisões de mudança de vida quando estamos passando por um momento de crise psicológica. Antes, esperamos para ver como vamos ficar, como vamos sair dessa e depois passamos à ação.

Você já sabe onde vai investir? Quais são as suas expectativas? Conte para a gente nos comentários!

Fagner Nogueira Marques é sócio fundador da Nogueira Marques Consultores Associados, atua como consultor e planejador financeiro pessoal e ministra palestras sobre educação financeira para empresas e atletas, principalmente, jogadores de futebol. É bacharel em Direito pela Faculdades Metropolitanas Unidas – FMU, advogado regularmente inscrito nos quadros da OAB/SP, bacharel em Ciências Econômicas pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado – FECAP. Possui a certificação da Anbid CPA-20, a certificação de Agente Autônomo de Investimentos, concedida pela ANCORD e extensão em Psicologia Econômica pela USP (Fipecafi).

Ex-jogador de futebol, economista e advogado. Fagner Marques trabalha como consultor financeiro pessoal, faz atendimentos presenciais e por Skype e ministra palestras de educação financeira para diversos públicos.

Deixe uma resposta